Não Editável História Acções RSS

ListaFugasInformacao

Introdução

Fugas de informação dos Serviços de Informações

As fugas, nos serviços de informações, acontecem de forma constantemente, confundindo-se estes serviços, muitas vezes, com agências noticiosas. As fugas existem a todos os níveis, tanto de dentro como de fora dos serviços. Umas vezes parecem premeditadas, outras vezes parecem erros ou pior, jogadas maliciosas. Alem disso vários meios de comunicação social citam fontes dos serviços de informações, muitas vezes sobre assuntos que deveriam ser confidenciais.

Nesta análise listamos simplesmente essas fugas. Damos noutras análises tratamentos mais aprofundados destas fugas e doutros acontecimentos nos serviços de informações:

É evidente, do estudo da analise seguinte, que as fugas de informação do SIS parecem ser jogadas calculadas especificamente para terem um efeito junto do público ou de outros actores - notar que estas fugas não deixam de ser graves, desprestigiantes e ilegais. Por outro lado, as fugas do SIED parecem ser motivadas por negligências grosseiras ou simples incompetência, normalmente de fontes externas aos serviços (a excepção é o caso do suposto envio de informações por Jorge Manuel Jacob da Silva de Carvalho para a Ongoing).

Lista de agentes publicada

  • Data: 1999.05.28

  • Serviço: SIEDM

É publicada no semanário "O Independente" (com Inês Serra Lopes como directora) uma lista de agentes e actividades levadas a cabo pelo SIEDM entre 1997 e Abril de 1999. Não só esta lista não deveria ter sido publicada, como manda todo o bom senso, nunca deveria ter sido feita. Um dos resultados desta "fuga" de informações foi este serviço ter visto a sua operacionalidade afectada durante os anos seguintes.

  • Veiga Simão divulga espiões (Artigo pago)

    • Data: 1999.05.28
    • Fonte: Público
    • Autor: São José Almeida e Eunice Lourenço
    • Os nomes dos espiões portugueses, mais concretamente, dos operacionais dos Serviços de Informações Estratégicas de Defesa e Militares (SIEDM), constam de uma lista confidencial que foi enviada à comissão de inquérito parlamentar à gestão das secretas pelo gabinete do ministro da Defesa, Veiga Simão.A lista é um dos anexos à auditoria mandada fazer pelo Ministério da Defesa e que foi uma das razões da demissão do embaixador Monteiro Portugal de director-geral do SIEDM. Essa auditoria foi feita por Nélson Rocha, na qualidade de auditor jurídico nomeado pelo Ministério da Defesa. O mesmo Nélson Rocha que chegou a ser indigitado por Veiga Simão para substituir Monteiro Portugal e que depois o ministro deixou cair.Quase todos os 22 deputados da comissão de inquérito das secretas receberam o documento a 17 de Maio, véspera da audição de Monteiro Portugal na comissão.

  • Escândalos da democracia: Uma lista de espionagem nada secreta Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2009.09.02
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Enrique Pinto-Coelho
    • Veiga Simão demitiu-se por causa do relatório que "queimou" os serviços secretos Ninguém pediu a lista, mas a lista não só foi elaborada como apareceu na edição de 28 de Maio de 1999 do semanário "O Independente". O relatório continha dados sobre operações efectuadas pelo recém-criado SIEDM (Serviço de Informações Estratégicas de Defesa e Militares), antepassado do actual SIED, entre 1997 e Abril de 1999, assim como a identidade, os estudos, o cargo e o país de colocação de todos os funcionários dos serviços secretos.

Relatório confidencial citado nos media

  • Data: 2002.08.09

  • Serviço: SIS

É divulgado na comunicação social (RTP, Público) um relatório do SIS sobre a posse de armas ilegais.

  • Armas ilegais em Portugal em franco crescimento Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2002.08.09
    • Fonte: Público
    • Autor: Luciano Alvarez, Ricardo Dias Felner, Público
    • O Relatório Especial de Informações com o número 04/D01/02 traça um verdadeiro cenário de terror sobre o mercado de armas ilegais no nosso país. Embora o SIS revele não ter uma ideia precisa sobre a sua dimensão, diz, porém, ter indícios que apontam para a existência "de um número muito superior às armas legais em circulação", que rondam actualmente as 770 mil (700 mil de caça e 70 mil de defesa). O armamento ilegal, acrescenta o SIS, é obtido num "mercado paralelo de armas ligeiras muito activo e lucrativo" e no qual não falta material diverso.

Houve o inquérito da praxe:

  • Administração Interna manda abrir inquérito a fuga de informação do SIS Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2002.08.10
    • Fonte: Público
    • Autor: Luciano Alvarez, Ricardo Dias Felner, Público
    • O documento, a que o PÚBLICO também teve acesso e que ontem divulgou detalhadamente, é considerado confidencial e conclui que o comércio ilegal de armas assumiu tal importância que poderá estar a pôr em causa a segurança interna. A fuga de informação para a imprensa estará a criar mau ambiente entre o Governo, a PSP e a secreta portuguesa.

Ficámos a saber que o SIS investigou claques de futebol

  • Data: 2003.04.07

  • Serviço: SIS

Investigação tornada pública.

  • SIS investigou claques de futebol Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2003.04.07
    • Fonte: TVI 24
    • Autor: Carlos R.Lima
    • 1ªMÃO: Extrema-direita com ligações às claques. Financiamento do terrorismo passa por Portugal O Serviço de Informações e Segurança (SIS) investigou, em 2002, as claques de futebol. De acordo com o Relatório de Segurança Interna, a que o PortugalDiário teve acesso, a secreta civil portuguesa detectou «ligações» entre os núcleos duros das claques e organizações que se enquadram no capítulo de «contra-subversão do Estado de Direito Democrático». Segundo o SIS, tais organizações que «promovem ideologias de legitimação da violência» têm registado «débeis movimentos».

SIS investiga taxistas

  • Data: 2003.07.05

  • Serviço: SIS

Investigação tornada pública:

  • GOVERNO ESPIA TAXISTAS Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2003.07.05
    • Fonte: Correio Da Manhã
    • Autor: Rogério Chambel
    • O Ministério da Administração Interna deu ordens aos serviços secretos para se inteirarem das intenções dos taxistas para o próximo dia 10, data agendada para uma manifestação em Lisboa, frente ao Ministério das Finanças. Em causa, o agravamento do pagamento especial por conta. E um dos indícios mais claros de que o Serviço de Informações de Segurança (SIS) anda na rua é dado por Florêncio Almeida, presidente da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários (Antral).

Relatório do SIS revela que em 2000 havia cerca de 900 crianças envolvidas na prostituição infantil

  • Data: 2003.11.02

  • Serviço: SIS

Relatório tornado público:

  • Relatório do SIS revela que em 2000 havia cerca de 900 crianças envolvidas na prostituição infantil Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2003.11.02
    • Fonte: Público
    • Autor: António Arnaldo Mesquita, Público
    • Caracterizando a situação portuguesa, o documento do SIS realça: "Nos últimos anos têm coexistido em Portugal dois tipos de estruturas promotoras da prostituição infantil: as organizações internacionais, muito orientadas para a produção de fotografias e filmes pornográficos; e as micro-redes nacionais, mais vocacionadas para a prostituição simples". O relatório sublinha a "existência de pontos de articulação entre os dois tipos de estruturas, servindo as últimas, por vezes, de mecanismo de recrutamento das primeiras".

Outro relatório do SIS tornado público

  • Data: 2005.12.09

  • Serviço: SIS

Desta vez sobre suspeitas de recrutamento de terroristas em Portugal e casamentos de conveniência destinados a legalizar estrangeiros.

  • SIS suspeita de recrutamento de terroristas em Portugal Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2005.12.09
    • Fonte: TVI 24
    • Autor: Redacção
    • Relatório revela que foram detectadas estruturas criminosas compostas por indivíduos de países islâmicos. Ameaça ainda é moderda, mas poderá aumentar, já que Portugal é «frequentemente utilizado para a legalização fraudulenta de cidadãos», muitos, através de casamentos por conveniência» Grupos organizados mantêm em Portugal estruturas de apoio logístico para indivíduos suspeitos de envolvimento em atentados ou de pertencerem a grupos terroristas, refere um relatório sobre Segurança Interna avançado hoje pelo Público.

  • SIS confirma notícia do Correio da Manhã Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2005.12.10
    • Fonte: Correio Da Manhã
    • Autor: Mário Fernandes
    • Um relatório do Serviço de Informações de Segurança (SIS) alerta para a existência em Portugal de células clandestinas que se dedicam a casamentos de conveniência entre muçulmanos (egípcios e paquistaneses) e mulheres portuguesas – por forma a que eles obtenham passaporte português e capacidade de circulação pela Europa.

Outro relatório supostamente secreto do SIS sai a público

  • Data: 2007.08.25

  • Serviço: SIS

Desta vez sobre o acampamento Ecotopia e o campo de milho transgénico ;

  • Transgénicos: CDS critica relatório do SIS Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2007.08.25
    • Fonte: DN
    • Autor: Lusa
    • Lisboa, 25 Ago (Lusa) - O deputado do CDS-PP Pedro Mota Soares considerou hoje que o SIS cometeu um erro ao considerar pacífico o acampamento Ecotopia, de onde sairam activistas que destruiram um campo de milho transgénico em Silves. Mota Soares disse à agência Lusa que o erro do Serviço de Informações de Segurança (SIS)não pode ficar impune e que todas as forças de segurança falharam no caso da destruição do campo de milho transgénico.

      O Expresso noticia hoje que o SIS entregou um relatório ao Governo em que classifica como pacífico o acampamento internacional Ecotopia, de onde sairam activistas que destruiram o campo de milho transgénico.

Lista de agentes publicada

  • Data: 2009.02.14

  • Serviço: SIED

São divulgadas as identidades de 23 agentes numa rede não segura, às quais a imprensa teve acesso.

  • Lista de "espiões" disponível nos computadores da Presidência do Conselho de Ministros Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2009.02.14
    • Fonte: Público
    • Autor: Leonete Botelho, Nuno Simas
    • Uma lista, com as respectivas fotografias, de 23 nomes de quadros do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) estava, até há poucos dias, disponível na intranet da Presidência do Conselho de Ministros (PCM), onde trabalham cerca de 700 pessoas. Uma falha de segurança que faz lembrar a revelação, em 1999, dos espiões do então SIEDM (a antecessora do actual serviço), numa lista enviada a deputados da Assembleia da República e que resultou na demissão do ministro da Defesa Veiga Simão.

Ministro anuncia operação

  • Data: 2010.08.23

  • Serviço: SIED/CISMIL?

É anunciado que vamos ter uma célula de informações militares na missão da UNIFIL, no Líbano. Pelo próprio ministro da defesa! Também é interessante notar que no artigo se fala de uma célula de informações militares, quando em teoria esses serviços não existem (Seriam desempenhados pelo SIED).

  • Portugal poderá enviar espiões para o Líbano Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2010.08.23
    • Fonte: Sol - Antigo
    • Autor: Redacção
    • Portugal pode vir a ter uma célula de informações militares na missão da UNIFIL, no Líbano, revelou o ministro da Defesa, Santos Silva, em entrevista ao jornal i, hoje publicada. O CDS-PP já criticou a indiscrição do governante Hoje, em entrevista ao jornal i, o ministro da Defesa, Augusto Santos Silva, aponta o Líbano como um teatro de operações onde Portugal pode passar a ter uma célula de espiões, depois de referir que no Outono já será enviada uma equipa para o Afeganistão.

Fugas de informação dos serviços para empresas privadas

  • Data: 2011.07.22

  • Serviço: SIED/SIS

Pode-se ler no Expresso: A investigação do caso Bernardo Bairrão que o Expresso levou por diante conduziu a resultados inesperados. Há fugas de informação que partem dos serviços de informação portugueses e instituições privadas que beneficiam com esses elementos.

  • Governo lança inquérito sobre fuga de informações dos serviços secretos Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.07.23
    • Fonte: Correio Da Manhã
    • Autor: P.H.G.
    • O primeiro-ministro pediu um inquérito ao SIRP para investigar a alegada fuga de informações do então director da secreta Jorge Silva Carvalho para a Ongoing, para onde transitou depois de abandonar a direcção do SIED. Em nota enviada ao Correio da Manhã , o gabinete de Pedro Passos Coelho garante que não tem nenhuma informação sobre fugas de informação do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), noticiadas este sábado pelo semanário Expresso.

PSP e SIS fazem relatório sobre a possibilidade de agitação social

  • Data: 2011.10.02

  • Serviço: PSP/SIS

O DN teve acesso a um relatório supostamente confidencial da PSP e SIS sobre a possibilidade do aumento da agitação social em face do clima económico, político e social em que vivemos. Há várias perplexidades a assinalar: (i) temos mais uma fuga de informação que parece ter fins políticos, (ii) ao que parece o SIS e a PSP andam a investigar as acções de movimentos sociais (partidos, sindicatos, associações?), (iii) não há qualquer tipo de comentário por parte do poder político condenando a fuga de informação.

Apenas o PCP pediu mais informações sobre o caso:

  • PCP quer ler relatório sobre eventual aumento de agitação social Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2011.10.03
    • Fonte: TSF
    • Autor: Redacção
    • O PCP suspeita da violação constitucional e, por isso, quer ler o relatório da PSP e do Serviço de Informações de Segurança (SIS) sobre o eventual aumento da agitação social. Um relatório divulgado pelo Diário de Notícias dá conta de que foram foram antecipadas medidas para controlar a agitação social. As autoridades esperam uma agitação com dimensões nunca vistas nos últimos 30 anos.

O Jornal I teve acesso ao manual de procedimentos dos serviços de informações

  • Manual dos espiões do SIS prevê escutas ilegais, vigilâncias e pagamento a fontes Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2015.03.26
    • Fonte: I-Online
    • Autor: Sílvia Caneco
    • Não estão previstas na lei mas fazem parte do manual que define as regras dos agentes das secretas. Um oficial de informações pode obter notícias através da “intercepção das telecomunicações” (escutas ambientais ou intercepção de dados através de meios electrónicos), vigiar pessoas que não são suspeitas em qualquer processo-crime e pagar a fontes por informações que, em muitos casos, deveriam estar cobertas por sigilo.

Serviços de Informações omitem crimes ao Ministério Público

  • Secretas omitem crimes ao Ministério Público Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2015.04.23
    • Fonte: DN
    • Autor: Valentina Marcelino
    • Só o primeiro-ministro pode "retardar" a comunicação de crimes, observados pelos serviços de informações, ao MP. As secretas portuguesas podem ter escondido do Ministério Público (MP) pelo menos um crime de espionagem e um de corrupção de funcionário, estando obrigadas por lei ao dever de comunicar estes factos.

Lista de candidatos é tornada pública

  • Data: 2015.07.08

  • Serviço: SIS

  • Secretas expõem nomes de candidatos a espiões por e-mail Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2015.06.24
    • Fonte: DN
    • Autor: Valentina Marcelino
    • Os serviços de informações enviaram um e-mail a 383 candidatos a espiões pedindo-lhes que confirmassem o interesse na vaga. Mas na lista de destinatários estavam os endereços de todos os concorrentes. A identificação de 383 candidatos a espiões foi divulgada, alegadamente por lapso, pelos Serviços de Informações da República Portuguesa (SIRP) durante um processo de recrutamento que está a decorrer para as secretas.

SIS investiga polícias

  • Data: 2015.07.08

  • Serviço: SIS

  • Secretas vigiam extrema-direita dentro da PSP Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2015.07.08
    • Fonte: DN
    • Autor: Valentina Marcelino
    • Detetadas ligações de agentes e chefes da PSP à extrema-direita, como os skinheads ou o PNR. Há nove polícias com processos disciplinares pelas agressões na Cova da Moura. Três já estão suspensos. Os serviços de informações portugueses têm estado a monitorizar alguns casos de agentes e chefes da PSP com ligações a movimentos de extrema-direita, como os skinheads ou o Partido Nacional Renovador (PNR).

Oficial de ligação é identificado em tribunal

  • Data: 2015.09.25

  • Serviço: SIED

  • Secretas passam informação a empresas privadas, admite antigo dirigente Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2015.09.24
    • Fonte: Público
    • Autor: Ana Henriques
    • Interesse nacional justifica prática, que também funciona em sentido inverso: há firmas que empregam espiões para lhes facilitar as missões. Um antigo dirigente dos serviços secretos admitiu nesta quinta-feira em tribunal que estas organizações não se coíbem de passar informações classificadas a empresas portuguesas com negócios no estrangeiro, desde que considerem a sua actividade estratégica para o país.

Nesta notícia do Público pode-se ler:

“É a lógica do win-win: se percebem que têm vantagens nisso as empresas acolhem o agente secreto. E as firmas podem, por seu turno, ser úteis a actividades que os serviços de inteligência queiram desenvolver”, descreveu **Heitor Romana**, antigo conselheiro da embaixada portuguesa na Rússia - designação que ocultava a sua verdadeira missão de **oficial de ligação entre os espiões de Lisboa e os de Moscovo**.

Quadro do SIS detido por passar documentos para a Rússia

  • Data: 2016.05.23

  • Serviço: SIS

  • Espião português detido em flagrante a vender segredos à Rússia Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2016.05.23
    • Fonte: DN
    • Autor: Valentina Marcelino
    • Um dos quadros mais antigos do SIS foi detido, em Itália, a passar documentos secretos a um agente do SVR (ex-KGB) Foi uma das operações mais sensíveis, discretas e complexas levada a cabo pelo Ministério Público e pela Polícia Judiciária (PJ). O alvo, um veterano do SIS, era suspeito de estar a espiar para as secretas de Vladimir Putin. O pior cenário confirmou-se, depois de uma longa investigação que dura há vários meses: na passada sexta-feira foi detido em Itália, numa operação conjunta entre os dois países. C.G.

  • Carvalhão Gil é o espião português detido por vender segredos aos russos Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2016.05.23
    • Fonte: Jornal de Negócios
    • Autor: Negócios
    • A Polícia Judiciária anunciou a detenção de duas pessoas em Roma, na sequência de uma operação entre as autoridades portuguesas e italianas. Um dos detidos é português e chama-se Frederico Carvalhão Gil, soube o Expresso. A Polícia Judiciária anunciou esta segunda-feira, 23 de Maio, a detenção de duas pessoas em Roma, Itália, pela suspeita de crimes de espionagem, corrupção e violação do segredo de Estado, na sequência de uma "complexa e sensível" operação entre as autoridades portuguesas e italianas.

Documentos do SIS, GNR e PSP em mãos de um cidadão de um país de leste

  • Data: 2016.09.21

  • Serviço: SIS, GNR, PSP

  • Chefe dos espiões: a "quebra de segurança" não foi nas secretas Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2016.09.21
    • Fonte: DN
    • Autor: Valentina Marcelino
    • Dezenas de documentos confidenciais do SIS, da GNR e da PSP terão aparecido num país africano e estarão nas mãos de um cidadão de leste O secretário-geral do Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP) garantiu ao DN que a fuga de informação de dezenas de documentos classificados, não teve origem nas secretas e que estará a decorrer um processo para averiguar os responsáveis. "No que se refere aos serviços de informações não houve qualquer quebra de segurança documental.

Manifestação de taxistas investigada pelo SIS

  • Data: 2016.10.09

  • Serviço: SIS, PSP

  • Seis mil taxistas na mira das secretas Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2016.10.09
    • Fonte: Correio Da Manhã
    • Autor: Miguel Curado
    • Operacionais da PSP e SIS foram passageiros para recolher informações logo após convocatória do protesto. A PSP começou logo a trabalhar, a 7 de setembro, quando as duas maiores associações representativas dos taxistas (Federação Portuguesa do Táxi e ANTRAL) anunciaram um megaprotesto para amanhã, dia 10, em Lisboa. Agentes à civil, com a ajuda de operacionais dos Serviços de Informações de Segurança (SIS), transformaram-se em passageiros de táxis, com o objetivo de localizar e identificar potenciais focos de distúrbios.

SIS investiga portugueses que se radicalizaram

  • Data: 2016.10.17

  • Serviço: SIS

  • Daesh. Secretas identificaram radicalizados em Portugal Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2016.10.17
    • Fonte: DN
    • Autor: Valentina Marcelino
    • Diretor do SIS, Neiva da Cruz, revelou que foram identificados portugueses que se radicalizaram no jihadismo islâmico no nosso país. Número de casos triplicou em alguns países Há portugueses que, a partir do território nacional, aderiram à propaganda terrorista do Daesh. A informação foi avançada pelo diretor do Serviço de Informações de Segurança, Adélio Neiva da Cruz, que, no entanto, não adiantou o número de radicalizados.

SIS aperta cerco à espionagem económica

  • Data: 2016.11.07

  • Serviço: SIS

  • SIS aperta cerco à espionagem económica Link para a cache do Busca Tretas

    • Data: 2016.11.07
    • Fonte: O Jornal Economico
    • Autor: Jornal Económico
    • O Serviço de Informações de Segurança (SIS) reforçou as ações de prevenção contra a espionagem económica em todo o país. Entre janeiro e junho deste ano 207 empresas, entidades públicas e centros de investigação nacionais receberam conselhos de segurança das secretas. Seis vezes mais do que em igual período de 2015. A direção do SIS, atribuiu “prioridade máxima”, a par da prevenção do terrorismo nas infraestruturas críticas, ao apoio a estes centros de conhecimento, informa o DN.


É normal que faltem mais episódios de fugas de informação dos nossos serviços. Se se lembrar de mais casos não hesite em contactar-me ou deixar um comentário nesta página.

-- HelderGuerreiro 2011-08-28 01:42:57


Devido à evidente falta de qualidade dos comentários e devido ao SPAM que vamos recebendo, removemos os comentários desta página. Se tiver informações relevantes sobre os assuntos aqui discutidos, entre em contacto connosco para webmaster@tretas.org.



CategoriaAnalise